28 de jul de 2010

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS

A degradação, em que o mundo se encontra, tem provocado a fomentação e preocupação a respeito dos desequilíbrios causados pela ação antrópica ao meio ambiente.
A interação entre o homem e o meio, ultrapassou a questão da simples sobrevivência. Ao contrário de outros seres vivos que, para sobreviverem, estabelecem naturalmente o limite de seu crescimento e conseqüentemente o equilíbrio com outros ecossistemas onde vivem o homem por sua vez, tem dificuldade em estabelecer o seu limite. Surge então, a fronteira entre o conhecimento e a ignorância humana, principalmente quando se trata da preservação do Planeta Terra.
Evidencia-se, portanto, a importância de sensibilizar o homem, para que aja de modo ecologicamente responsável.
Faz-se necessário a educação ambiental inclusiva. Onde, o indivíduo e a coletividade possam construir valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente. Onde possam também, desenvolver ações educativas de proteção, recuperação e melhoria sócio ambiental, potencializando a função da educação para as mudanças culturais e sociais. Inserir a Educação Ambiental nas escolas é a saída no planejamento estratégico para o desenvolvimento sustentável.
Considerada a importância da temática ambiental e a visão integrada do mundo no tempo e no espaço, sobressaem as escolas com cadeiras destinadas a disciplina de Educação Ambiental. Esta deve sensibilizar o aluno na busca de valores que conduzam a uma convivência harmoniosa com o ambiente, e demais espécies que habitam o planeta. Como agente social, o aluno, passa a analisar criticamente os princípios que tem levado à destruição inconseqüente dos recursos naturais e de várias espécies. Aprende que a natureza não é fonte inesgotável de recursos, que suas reservas são finitas e devem ser utilizadas de maneira racional como um processo vital e urgente.
Infelizmente, poucas escolas se enquadram no processo de inclusão ambiental para todos... Ainda fazemos e cobramos muito pouco pelo nosso Meio Ambiente ecologicamente equilibrado. Pensemos nisto!
Alessandra Casarim

Nenhum comentário: