10 de dez de 2011

Resgate

Engraçado como a vida prega peças a todo momento...
Andei pensando de uns dias pra cá,  em me mudar de  Sete Lagoas...
Ir embora mesmo!!! 
Sabe aquela frase:  "Cada um tem a terra que merece"...
Pois é... Egoisticamente, queria uma terra melhor para viver.
Estava cansada de ver tanta mediocridade, pessoas que não enxergam além do umbigo e que não estão nem aí para a cidade.
A sensação de impotência me invadia...
Não é que de paraquedas, sem consentimento da agenda(tinha compromisso ), resgatei a vontade de tentar mais um pouco...
Pousei como obra do acaso  em Lagoa Santa, junto de pessoas que falavam o mesmo dialeto...
E o melhor, compreendia cada palavra do que era dito.
Reunião do Circuito das Grutas na casa da amiga  Rosa Castro... (este compromisso era comigo mesma, e tinha que ser ontem, inadiavelmente).
Pessoas com o mesmo ideal... Resgate da Cultura...da Educação... e da Essência.
Como entrando nas veias das montanhas de Minas... Fui traçando linhas e curvas que o Circuito faria... Cura do corpo... Cura da alma... Cura da esperança perdida...
Minha cura!
Como não comprar os mistérios que as rochas de Minas nos revelam???
O fascínio me enche de esperança...
Desculpe Sete Lagoas, se um dia pensei em te abandonar...
Como poderia??? Você me adotou  e deu o seu nome no registro de meus filhos...
Só tenho a agradecer a beleza que aflora de seu corpo e pedir desculpas
por ter te maltratado tanto.
Reaja Sete Lagoas!!! Muitas pessoas do bem, estão dando a vida, para curar suas feridas...
E nós, filhos que somos, sentiremos orgulho de dizer:
Está é a minha cidade!
A cidade das Muitas  Lagoas, Grutas, Serras e Pessoas Encantadas por Ti...

8 comentários:

Anônimo disse...

Encantada é você Alê.
Por onde passa deixa o perfume da sua fé.
Agradeço de coração Deus ter colocado você nas nossas vidas.
Aguardamos por você, Ruy e as crianças para o Balé da Casa.
Você vai se surpreender com suas aluninhas.
Parabéns pelo seu blog, tá lindo!
As joaninhas são a sua cara.
Beijo gradão,
Nanda

Alê Casarim disse...

O flor...
Que delicia te ver por aqui...
Tenho certeza que as meninas devem estar dançando lindamente...
Preciso do seu contato...é sobre as roupas da apresentação, acho que consegui uma parceria...
As aulas vão até quando???
Saudadona eu, de vocês...
Aff!!! Preciso rolar com as pequenas srsrs...
Bjo

Ramon Lamar disse...

Imagine então como me sinto, com o "umbigo enterrado aqui". Vontade de ficar e fincar raízes cada vez mais profundas.

Anônimo disse...

Alessandra você já é filha da terra.
Continue na luta como sempre fez.
Abração, Marcelo

Alê Casarim disse...

Sei bem como é isto Ramon... Umbigo enterrado na terra...Para você ter uma idéia, estou fora de Ubá há 24 anos e até hoje dou "pitaco", mesmo que seja pelo face da prefeitura... rsrsrrs
Vamos com fé meu amigo...

Alê Casarim disse...

Obrigada Marcelo, mas esta luta poderia estar mais equilibrada não acha???

Paulo do Boi disse...

Dona Alê!!!
Nem ouse pensar nisso outra vez, viu!
Tixai (termo indígena)
Significa: "A metade de mim que habita em você é agora a metade de você que habita em mim"
Talvez seja isso que está acontecendo entre você e Sete Lagoas...

Um abraço
Paulinho do Boi

Alê Casarim disse...

Vindo do Paulinho do Boi... Dizer o que???
Adoro você e sua patota linda.
Responderei em um post futuro, tamanha a resposta que digitei rsrsrs...
Abraços meu amigão.