23 de jun de 2010

Resposta da Paisagista

Assim como você contrata um arquiteto e um engenheiro para construir a sua casa você deve contratar um Paisagista para projetar o seu jardim.
1. Em que momento se deve chamar o Paisagista?
Se você vai construir ou revitalizar a sua casa ou apartamento, o melhor momento para o paisagista começar seu trabalho é quando o Arquiteto está desenvolvendo o seu projeto. Assim, os dois profissionais poderão encontrar as melhores soluções técnicas e estéticas para o novo investimento.
2. Como escolher um Paisagista?
É importante conhecer os trabalhos realizados e saber se há afinidade entre você e o Paisagista que pretende contratar. Consulte o seu site, conheça trabalhos anteriores e verifique se ele está associado a algum órgão fiscalizador como o CREA .
3. O projeto de paisagismo tem custo?
Sim, pois este é o trabalho do Paisagista. Ele pode definir o custo do seu trabalho com base na tabela de preços da associação a qual é filiado ou em função das horas técnicas trabalhadas. Mesmo os projetos que envolvem apenas a definição da vegetação têm custos. O paisagista vende idéias com requinte e muitas horas de estudo.
4. Como trabalha o Paisagista?
• O Paisagista visita o local e conhece as expectativas e necessidades do cliente; Apresenta uma proposta de custo de projeto de paisagismo, com descrição dos trabalhos que serão realizados; Aprovada a proposta, inicia-se a fase de pesquisa e elaboração do anteprojeto; Com o anteprojeto pronto expõe as idéias ao cliente sobre vegetação e os demais elementos que está propondo; Aprovado o anteprojeto, inicia-se o detalhamento e o levantamento quantitativo de espécies e materiais para orçamento, sendo que para as plantas há definição de seu nome científico, popular, porte e distanciamento de plantio; Com todos os detalhamentos prontos o projeto é entregue ao cliente.
5. Qual a diferença entre um jardim com projeto e jardim sem projeto?
Com um projeto, além de ter um jardim a seu gosto, integrado com a arquitetura de sua residência e com o clima de sua região, há a possibilidade de você implantar o jardim em etapas. Um projeto bem elaborado contém informações detalhadas que permitem sua execução de acordo com o tempo e possibilidade do cliente, evitando desta forma gastos desnecessários.
6. Todas as situações requerem projeto?
Nem todas. Em algumas situações mais simples, o Paisagista pode optar em trabalhar no sistema de consultoria técnica. Neste caso, seus honorários serão definidos por horas técnicas trabalhadas.
7. É possível orçar um jardim sem projeto?
Em algumas situações é possível fazer uma estimativa superficial em relação à área que sofrerá interferência paisagística. Entretanto o orçamento final só poderá ser feito após a definição das áreas construídas e da vegetação que será utilizada.

Alessandra Casarim

Resposta às perguntas recebidas da Matéria “Profissão Paisagista” editada no Jornal Tribuna do dia 08/05/2010.

Nenhum comentário: