23 de mar de 2012

Eu sou a cidade...

Quando pensamos em mudanças, precisamos enfrentar um fato objetivo: Quero realmente a mudança e farei parte do processo (sairei da minha zona de conforto e mostrarei a minha cara) ou simplesmente quero a mudança de bandeja  e que os outros façam e eu, do alto do meu altar, julgo se foi a melhor estratégia ou não (postura dos fracos).
Será que o povo deseja mesmo uma cidade limpa e solidária, como se fôssemos uma enorme colmeia de abelhas onde cada um faz a sua parte para o bem de todos ou, no fundo no fundo, sou um vírus que contamino a colmeia inteira??? 
Qual o o grau de civilidade que a humanidade, como um todo, está disposta a adotar??? 
Precisamos olhar diante do espelho para saber se nossos valores e desejos, não contradizem nossos atos.
Como agimos no nosso dia a dia??? 
Quais são os valores e princípios que nos movem? 
O que sonhamos para os nossos filhos no futuro e que futuro é esse que estamos construindo para nossos filhos e netos??? Enfim, qual é a nossa ideia de felicidade para nós e para os que dependem de nossos atos aqui e agora para garantir qualidade de vida planetária???
Nossa ideia sobre o planeta será insustentável, enquanto nossa ideia  for baseada em "Ter"  e não  "Ser". Enquanto "Cobrar" for mais importante do que "Fazer"... 
Se pretendemos que os nossos gestores  mudem, precisamos também saber se estamos dispostos a mudar...
Alessandra Casarim

Foto tirada hoje, 23/03/2012 às 8:05H  em  Sete Lagoas/MG. 
Das 16 lixeiras que foram instaladas na Orla da Lagoa Paulino até o dia 16/03/2012, 05 se encontravam dentro da própria Lagoa e 03 não se encontravam mais no local.
 

10 comentários:

Anônimo disse...

O povinho ignorante e sem educação.
Cadê a guarda municipal que deveria estar prendendo estes marginais?

Serginho Malta disse...

tá tampando o olho do - olho vivo - kkkkkkkkkkkkkk

Paulo do Boi disse...

Alê e seguidores

Tenho um medo enorme de morrer frustrado com uma luta onde meu adversário é invisível e não me dá chances de saber qual será sua próxima estratégia, quando será seu próximo golpe...Então, parei de dar socos no ar e passei a estratejar melhor meus ataques. Hoje abordo meu adversário com um sorriso sarcástico de que vou vencer a luta e não deixo ele saber como.
Enquanto eu puder e acreditar, no poder da sala de aprendizado teatral, incitarei almas a colaborar com o bem e a construir processos que visem a coletividade através da atitude individual. Penso na construção e desconstrução de um ser humano todos os dias,de sua alma, tento aos poucos deixar-me levar na mutação da alma para elevar-me na inovação do ser e assim vamos aprendendo com os alunos a solução para um mundo melhor.Experiências que partem de dentro para fora, de atitudes individuais.
Não!!! Não vamos nos abater, cada vez que uma lixeira vor retirada, cada vez que uma árvore for cortada, cada vez que o patrimônio for depedrado. Vamos nos ater as estratégias e recomeçar até conseguirmos.

ALÊ
EU ACREDITO EM VOCÊ E TUDO QUE VOCÊ FAZ, INCLUSIVE NA SUA ESTRATÉGIA QUE, DIGA-SE DE PASSAGEM, COMEÇA COM UM SORRISO CONTAGIANTE E TRANSPASSA A LUZ DA GENEROSIDADE DE ALGUÉM QUE SE REALIZA TODOS OS DIAS ACREDITANDO NO QUE FAZ. E COMO FAZ...

Um abraço para você Rui e todos que te amam...

Sds.
Paulinho do Boi

Alê Casarim disse...

Paulinho,

Você é uma das pessoas das quais me inspiro...
Não vou desanimar, mas me entristeço e me abato muito... É mais forte do que eu...
Também acredito que as atitudes individuais fazem a diferença neste mundo... E vejo que quem as faz e facilita estas ações, galga cada vez mais degraus rumo a evolução do ser... Você é uma destas pessoas!!! Obrigada por estar por perto...
Abraços,
Alê

Ramon Lamar disse...

Alessandra,
você, muito melhor do que eu, sabe que não estamos todos no mesmo caminho. Uma parcela da população se preocupa mesmo, participa, cobra, faz. Outros vivem de desdenhar ações desse tipo. Não destroem lixeiras, mas tentam destruir ideias, falam em ecochatismo e que "lutamos contra o progresso". E existe a outra parte que destróis mesmo, deliberadamente e consciente que não será punida. Nesta terceira parte há os que só conseguem quebrar lixeiras, lâmpadas e vidraças... mas há também os que conseguem uma destruição muito mais ampla.
E a nave vai...

Alê Casarim disse...

E seguimos mais uma vez...

Renata França disse...

Gente vocês são nossos mestres: Ramon Lamar, Flávio Castro, Alessandra Cazarim, Dalton Andrade, Marcos Avelar, Silvio França e Tomas Embrapa. Professores que podem apontar os melhores caminhos. Confiamos em vocês, Sete Lagoas, confia em vocês.

Anônimo disse...

Paulinho brother hiper super também para nós o que será da gente se você parar de agi e fala
prof. desanimar JAMÉ
TAMO JUNTO

Junio (civil)

Alê Casarim disse...

Sergio e Anônimo - Quanto a guarda municipal foi enviado um ofício relatando o fato e pedindo providência; quanto ao olho vivo, foi sugerido ao 25Batalhão que as imagens fossem disponibilizadas e também registramos um BO (Boletim de Ocorrência)do ocorrido.
Renata, não desanimaremos mas, precisaremos de pessoas mais envolvidas com a causa ambiental/educacional/cultural...

Paulo do Boi disse...

É isso aí Junio(civil)

Desanimar JAMÉ, irmão...
Obrigadão pela referência

Abraço
Paulinho do Boi