9 de fev de 2011

PRAD Lagoa da Chácara foi definido por SANCHES (1995)

Professor Marcelo, fazendo jus aos seus estudos...
Dentre as espécies mais comuns na área da Lagoa da Chácara, podemos citar as seguintes:

Cerrado
ü Tingui (Magonia pubescens)
ü Pau d’arco (Tabebuia sp)
ü Aroeirinha (Lithraea sp)
ü Araticum (Anona sp)
ü Pequi (Cariocar brasiliensis)
ü Bolsa de pastor (Zeihera digitalis)
ü Jatobá (Hymenaea stilbocarpa)
ü Pau terra (Qualea parviflora)
ü Carne de vaca (Roupala sp)
ü Cagaiteira (Eugenia desinterica)
ü Barbatimão (Stryphnodendron adstingens)
ü Pau santo (Kielmeyera sp)
ü Lobeira (Solanum lycocarpum)


Floresta estacional semidecidual
Coco licuri (Acrocomia aculeata)
ü Pau d’oleo (Copaifera langsdorfii)
ü Camboata (Cupania sp.)
ü Unha de vaca (Bauhinia sp.)
ü Jatobá (Hymenea stilbocarpa)
ü Capitão (Terminalia sp.)
ü Cipó timbo (Serjania sp.)
ü Lixeira (Davilla sp.)
ü Embaúba (Cecropia sp.)
ü Ipê (Tabebuia sp.)
ü Sucupira branca (Bowdichia virgilioides)


Fauna
Não foi executado um levantamento específico e detalhado da fauna da região. A lista de
espécies veio de conversas com os moradores da área. Como em toda a região de Sete Lagoas, nota-se a presença de seriemas, saracuras, jacus, nhambus, anus, gaviões, alma-de-gato, tico-ticos, sabias, juritis, gralhas, periquitos, maritacas, papa-capim, pintassilgos e beija-flores, entre outros.
Quanto à mastofauna, há indícios da presença de tatus, coelhos, preás, ratos do campo, macacos e micos, o que mostra a existência de suporte, indicado pela presença de matas.

Dados alarmantes...CONTENÇÃO DE VOÇOROCA
No entorno da área já existem processos erosivos não severos que deverão ser recuperados o mais breve possível para que estes não atinjam o ponto onde será difícil sua recuperação.
Deve-se evitar que a vazão de chuva entre para a área, pois nos pontos onde isto está ocorrendo o terreno encontra-se completamente desprovido de vegetação, o que favorece o aumento da erosão.O impacto pela chuva sobre o solo é de intensidade média e no solo nu a tendência é de aumentar. O empreendimento apresenta um processo erosivo mais severo, o canal de drenagem do leste da área, que não tem tendência a aumentar caso a vegetação for conservada no seu entorno conforme Estudo Pedológico feito por Luiz Marcelo Aguiar Sans.

Trecho da carta do Cacique Seatle ao presidente dos EUA,


"O que é o homem sem os animais? Se todos os animais se forem, o homem morrerá de uma grande solidão do espírito. "

4 comentários:

Anônimo disse...

realmente o que é o homem sem os animais !!!!

Anônimo disse...

Os racionais!
Estes animais que querem destruir tudo!
Acabar com flora, fauna e o que resta para a nossa já tão sofrida sobrevivência.
Que eles estejam dispostos a ajudar vítimas daqui um tempo nesta mesma área.
Todos verão esta triste notícia, se esta palhaçada continuar.
E aí Srs. vocês serão coresponsáveis desta palhaçada toda. A EPO Empreendimentos, o nosso digníssimo prefeito, a SEMMA, os donos da ÁREA.
Não é praga, É FATO!
GHL

Anônimo disse...

É fácil querer comer bolo com os ingredientes dos outros, não é povo?
E pagar este bolo, vocês vão ou vão roubá-lo!
anônimo

Alessandra Casarim disse...

Querido anônimo,
Não queremos nada além do Cumprimento das Leis Ambientais.
Acho que deveria se inteirar primeiro, antes de decidir para qual time você vai torcer.

Abraço,

Ps: Apareça mais vezes, será um prazer.
Alessandra