4 de mar de 2011

Ainda tão atual!!!


UM OLHAR SOBRE O FUTURO
Sete Lagoas fará 141 anos de emancipação política (independência de outros municípios, autonomia municipal). A cidade está localizada a 70 km da capital mineira, Belo Horizonte. Situada em local privilegiado, entre a influência da Mata Atlântica e do Cerrado. Além das Sete Lagoas que tornam a cidade um pólo de atração turística, está localizado na Serra de Santa Helena a 4 km do centro da cidade, o Parque da Cascata. Área de 295 hectares de mata nativa, com reserva de fauna e flora. Faz parte do seu cenário,   um lago artificial  de 450 metros de diâmetros cercado por mata virgem. No interior da mata, há uma trilha que dá acesso a cascata e ao mirante, local adequado para apreciar sua beleza e meditar junto a este santuário ecológico. Outra grande atração de Sete Lagoas são suas grutas de beleza rara. Em especial, a Gruta Rei do Mato com suas estalactites e estalagmites. A Gruta rei do Mato,está localizada às margens da BR 040 junto ao trevo de acesso à cidade de Sete Lagoas. O município é um dos mais desenvolvidos da região, está em constante crescimento e conta com grandes empresas que vêm se instalando no local. Sua área de influência chega a atingir mais de 400 mil habitantes, com um potencial de consumo de aproximadamente R$ 1bilhão/ano. Tudo isto, parece fazer de Sete Lagoas um sonho de cidade para viver e criar filhos. Tudo que qualquer cidadão comum almeja em uma cidade do interior paz, tranqüilidade e futuro promissor. Foi este anúncio, que fez com que Sete Lagoas começasse a crescer desenfreadamente, rumo a um colapso geral. As construções sobem a Serra de Santa Helena áreas estas, de APA e APP . Esta intervenção antrópica, não sofre nenhum abalo sísmico de quaisquer órgãos públicos. Nosso  cartão postal muda a cada dia. As Lagoas estão sujas e mal cuidadas. O que vemos, são margens totalmente tomadas de mato, sem qualquer sinal de vegetação nativa ou de interesse. Na Lagoa da Boa Vista, bancos e brinquedos quebrados, passeios esburacados, iluminação precária e moradores que não se atrevem a passear no local com seus familiares, depois das 19h. O problema ganhou dimensão de “calamidade” com a morte de peixes. As causas, seriam o lançamento de esgoto na lagoa ocasionando, baixo índice de oxigenação da água. Falta planejamento.!!! Quanto ao trânsito de veículos no centro da cidade, estacionamento, coisa rara! Andar na calçada então, sem chances! O crescimento demográfico aumenta desordenadamente. Desenvolver projetos de recuperação e revitalização da cidade, é o que  esperamos da nova gestão administrativa. Sem estes estudos prévios, relatório de impacto ambiental e sem o acompanhamento de técnicos especializados não  conseguirão restaurar as áreas verdes do município o que não favorecerá a recuperação da fauna e da flora local. Elaborar projeto paisagístico e urbano para ruas e praças, criar reservas biológicas para preservação e pesquisa da biodiversidade e firmar convênio com órgãos especializados para implantar projeto de assessoria junto à Prefeitura em matéria ambiental e urbanística, é a saída para reanimar nossa cidade. Investir na qualidade de vida dos setelagoanos é investir em infra-estrutura social, cultural e ambiental. É o presente que a cidade espera receber, em comemoração aos seus 141 anos. É preciso que poder público,  empresarial, todos nós enfim, abracemos esta causa. Somente assim, construiremos uma cidade melhor para  vivermos. Envolver todos na tarefa de proteger o meio ambiente urbano, é o grande desafio. É a condição essencial para que uma nova/velha cidade, volte a ser reconstruída sob uma nova película baseada em consciência, cidadania e solidariedade, para que não se constitua apenas, de uma contínua e interrogada esperança.
Matéria editada no Jornal Tribuna  24/11/2008
Alessandra Casarim Corrêa

5 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Futuro que se tornou presente e nada ainda foi feito. Se observarmos, a bem pouco tempo o Sr. Ramon postou em seu blog os peixes com falta de oxigênio e até onde sei e vejo, as casas continuam subindo a Serra de Santa Helena.
Sai prefeito, entra prefeito e nada é feito.
Nada, nada e nada.
NADA!!!!
Estamos cansados de pagar o salário de quem não está disposto a trabalhar. Está cada vez mais fácil, tornar-se prefeito de uma cidade. Seria mais justo com todos,se antes de ser prefeito o cidadão fosse presidente de bairro, depois vereador e assim sucessivamente.Desta forma, eliminaríamos no início da carreira política, os incompetentes e não teríamos tantos palhaços, jogadores de futebol, músicos, mulheres frutas, estilistas e tantos outros em fim de carreira querendo abocanhar nosso tão suado dinheirinho.
Temos que por fim neste CIRCO SEM GRAÇA aliás,
graça tem sim, mas para os artistas e não para platéia.

&####^&&&&%%###@@%$#
%####%^#@@###???###****+####
Desengasgo!

LMJ

Anônimo disse...

Sr. LMJ,

A culpa é do POVO que NÃO SABE VOTAR DIREITO!
Deveriam caçar o título de eleitor dos brasileiros que votam pela aparência, pelo charme e agora humor dos candidatos.
Ninguém estuda a ficha criminal e o diploma do candidato antes das eleições. Agora choramos pela dívida que fizemos por mais 4 anos. Quando somos chamados para uma entrevista de emprego até o nada consta temos que levar porque isto não acontece com os políticos?
Cabe a nós brasileiros, mudar este reinado.

Abraço,

Romeu Chaves

Anônimo disse...

Concordo plenamente com os dois comentários anteriores, e claro com toda as indagações do post.
Se a cidade está ruim é resultado da falta de uma boa gestão política + população. É a população que vota (bem ou mal)nos políticos... já ouviram aquela frase: "o povo tem o político que merece"? é... temos a nossa parcela de culpa.
Quanto ao caos da questão ambiental na cidade... ah isso para mim não né nenhuma novidade, afinal de contas a questão ambiental não é visto como prioridade para investimentos públicos, é um "assunto" que é deixado de lado.
Alessandra você lembrou das lagoas, da APA (não regulamentada) de Sta Helena, na ocupação desordenada do solo, na infraestrutura da cidade... e qual esquecendo do ESQUECIDO zoológico municipal, que virou um "elefante branco" para a Prefeitura.

Glênio

Alessandra Casarim disse...

Com certeza Glênio,
muito bem lembrado!
Você já teve a curiosidade de perguntar, aonde ficam os animais que estão recebendo algum tratamento especial no zoológico da Boa Vista?
Não vou postar para não chocar, mas o animal irracional neste caso, é o homem.